quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

SERRA DE SINTRA - 02 DE MARÇO

PASSEIO DOMINGO DIA 02 DE MARÇO - SERRA DE SINTRA

Excelente passeio o de hoje em Sintra. 20 kms de bom companheirismo com um optimo grupo.Fomos mais vez muito bem guiados pelo paulojorgevl com a ajuda pontual do jonypaul que nos levaram a alguns trilhos novos e aos habituais a não falhar.

Comentários do paulojorgevl:

"como esperado, mais uma bela voltinha . Não foram muitos km mas foram bons.

9horas e lá estavamos todos na lagoa azul para dar inicio a nossa voltinha matinal.
Nada melhor que subir o estradão todo ate ao topo. Estradão terminado foi momento fotogrupo. Dali ouvi alguem perguntar se hoje iamos fazer o trilho maravilha? É claro que vamos lá.
Grupo todo unido e toca de pedalar ate a entrada do trilho maravilha. Depois de uma disputa para saber quem ia tirar fotos e filmes (desculpas...eles queriam era ir em primeiro) lá demos a devida distancia e toca de descer. Pessoal, aquilo esta cada vez melhor e cada vez mais rápido (tão rapido que nem deu tempo para os reporteres se prepararem (lol).
Meio trilho maravilha feito, lá juntámos o grupo e passou por nos sempre a rasgar o grupo de downhill (grandas malucos). Todos juntos acabámos o tilho maravilha e foi logo directo para o trilho da ribeira mas desta vez estava um pouco para o mplhado....como alguem tinha falado que queria trilhos tecnicos... TRILHO DA FOGUEIRA. Aqui meio grupo seguiu em frente e outra parte foi fazer o trilho. Trilho feito foi tempo para rumar aos droops.
Terminado o trilho, siga em frente pois as barritas estavam à nossa espera. Mais meia duzia de palavras e la vao eles para o trilho da rede. Este trilho está cada vez vez melhor.... houve alguém que foi lá estriar a bike nova. Chegou ao fim com um belo sorriso.
Grupo todo unido, foi tempo de subir meio monge e descer TINO 1 , 2 E CLARO TRILHO DAS PONTES.
No final alguem perguntou se podia subir outra vez? tal era a pica....mas ja se fazia tarde e estava na hora de regressar ao ponto de partida.
Grupo todo junto ou quase, lá rolámos até aos carros e com mais uma manhã cheia de ar puro e umas valentes dores nas pernas..."


Aqui ficam uns videos e umas fotos:

















quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

SERRA DE SINTRA - 24 DE FEVEREIRO

PASSEIO DOMINGO DIA 24 DE FEVEREIRO - SERRA DE SINTRA

Esta semana a maioria do Grupo teve medo da chuva.

Sobrou apenas o Alopez que resistiu à desistência de toda e malta e conheceu um companheiro do pedal que se juntou a ele para minorar as arduas subidas de Sintra. Aqui fica um curto relato do Alopez em relação à volta:

"fizemos uns belos e durinhos 20 kms, cons uns trilhos interessantes, incluindo o da Velha (lá estava ela no meio da lenha)!E umas subidinhas que eram autênticas paredes!

Meus caros, Chuva nem vê-la!"

Para a semana há mais e a ver se regressamos em força, desta vez com o grupo em peso.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

SERRA DE SINTRA - 17 DE FEVEREIRO

PASSEIO DIA 17 DE FEVEREIRO - SERRA DE SINTRA

E os Secret entraram com o pé direito na Serra de Sintra.
6 Bttistas, cerca de 25 kms percorridos, alguns tralhos e muitas carinhas muiiiiiiito contentes por lá estarem. Se não fosse a chuva a abrandar um pouco a malta, tinhamos feito mais uns quantos kms.
Trilhos exigentes, acho que a maioria não estava habituada a tanta tecnicidade, troncos escorregadios e pouco espaço para manobrar as bikes em alguns dos trilhos. Não conseguimos ir a todos os indicados, mas haverão mais combinações de certeza absoluta. A vontade é muita de lá voltar.
Um especial obrigado ao Paulo e ao Guilherme que nos guiaram muito bem por todos os trilhos brutais onde fomos e sempre esperaram pela malta atrasada. Vocês dão-lhe bem e a ver se combinamos mais vezes.

Aqui fica o relato do Guia Paulo:

"vou fazer um pequeno relato da voltinha de hoje de manhã.

tal como combinado lá estávamos ás 9 h para dar inicio a primeira volta dos SECRET RIDERS por sintra.
o entusiasmo era muito e a vontade de pedalar em sintra fazia-se notar na cara de cada um dos membros.
Feito um pequeno brifing para saber como era o andamento de cada um, lá demos inicio à voltinha matinal.

Como o tempo estava muito incerto decidi levá-los de imediato ao trilho das pontes pois a ansiedade de o conhecer era mais que muita.
Mal chegámos à entrada foi vê-los a dar inicio á descida que tanto queriam.
Foi sempre a dar ate ao final.
Dali partimos para uma subida muito dura para esticar bem as pernas.
Subimos directo desde a barragem da mula ate meio do estradão dos jeeps.
Chegados ao final do estradão, foi tempo de encaminhar o grupo para o trilho maravilha.
Ali foi vê-los dar ao pedar sempre a dar.
No final ouvi alguem a perguntar "SE TINHA VISTO A VELHA?" tal era a pica que estavam a curtir o passeio.
Terminado o trilho maravilha, fomos ao tao desejado trilho da ribeira,
ai foi ver o guilherme e eu sempre a dar ate ao final.
Já no fim do trilhos demos conta que tinhamos mudado de côr.
Ficamos um pouco à espera do resto grupo e lá estavam eles todos contentes.
o nosso amigo CHIBAS chegou com umas pinturas novas na roupa.
Ouve-se a palavra da ordem e o grupo volta a subir.
Desta vez fomos em passo acelerado para os 4 caminhos pois a chuva ja estava a dar sinais de vida.
Chegados os 4 caminhos foi hora de comer uma barrita e preparar o monge pois o objectivo era as 3 partes dos trilhos humidos .
Nesta altura já chovia a potes mas como o pessoal não desiste estava tudo a subir. Nas calmas chegámos ao monge. Nao se via ninguem, em poucos minutos a serra ficou totalmente deserta.
Depois de umas pequenas dicas toca a descer a primeira parte e logo a seguir veio a segunda ,esta sim fez mossa (uma manete partida e outra fora do sitio.
Com o tempo a piorar decidimos voltar para casa.
Descemos o monge mas a chuva cada vez era mais ,quando chegamos aos 4 caminhos encontramo-nos com 4 verdadeiros malucos.
Estava todos equipados como se fossem andar de moto mas estavam de bikes.
Sem perder tempo seguimos a todo gás para o estradão dos jeeps e foi sempre a pedalar.
Quando chegámos à lagoa foi hora de despedir dos companheiros de domingo e rumar a casa."


Aqui ficam o Video e as fotos:



ALopez no Aquecimento


Iloper a aquecer as perninhas para as subidas


Alopez a mentalizar-se que iria ter um dia duro pela frente


Iloper na bonita lagoa azul


Os 2 Lope na Lagoa Azul


A primeiira descida do dia em asfalto


Chibas com a boa disposição habitual na descida


Epá a descida nunca mais acaba???


Até que enfim trilho


Alopez a atacar a primeira subidinha


Primeira paragem para tirar os corta ventos, calor do catano


Guilherme, essa torneira funciona??? Paulo a rir-se e Alopez ao longe


Chibas a preparar-se para a primeira parede do dia


Olha, olha o que é isto?? Pontes de Madeira? Escorregam? Nã...[


Se escorregam o Iloper adora, lá vem ele todo lançado


Chibas com cara de quem vem a sapar todo o trilho das pontes


Guilherme a preparar a próxima subida


Epá, vou mas é comer uma bananinha que os gajos ainda vêm lá em baixo


Chibas e Iloper a usar aquilo que deus lhes deu para subir...acontece aos melhores


Um grande plano!!Vá lá a próxima já vai custar menos


Guilherme a passar, até ficou desfocado de tanta velocidade


Ali vai tudo a trepar...a paragem fez bem, vai tudo com o turbo


Todos encharcadinhos até aos ossos....

sábado, 9 de fevereiro de 2008

1º NOCTURNO - ESTÁDIO NACIONAL - 15 DE FEVEREIRO

1º NOCTURNO - ESTÁDIO NACIONAL - 15-02-2008

Excelente o 1º Nocturno no Estádio Nacional.

Estivemos presentes cerca de 6 Bttistas e percorremos o Estádio de lés a lés.

Fomos ao trilho da capelinha e ao trilho dos holofotes. Andámos pela zona mais alta do Estádio. Faltou o trilho do Downhill, a subida a Queijas e a Subida ao Solplay, mas fica para a próxima.

Fomos à Roulotte dos hamburgueres e dos Cachorros em Algés, beber umas Jecas e comer qualquer coisa quente.

Resumindo, excelente convivio e será para repetir de certeza.

Fotografias, o fotografo saiu a correr de casa e esqueceu-se da máquina em casa

Até ao próximo nocturno previsto para a primeira semana de Março, dia 7 de Março, mas ainda sujeito a confirmação.

Abraços Secreteanos

ALGÉS-EXPO-ALGÉS + ESTÁDIO NACIONAL - 10 DE FEVEREIRO

Excelente passeio, para variar um pouco dos Super Trilhos que tanto gostamos.

Foi um passeio engraçado de 52km começando em algés , passando pela expo, de volta a algés até ao estádio nacional.fomos apenas 3 mas como o outro dizia.... poucos mas bons!

O tempo ajudou e o vento nem senti-lo o que facilitou o avanço.

Companheirismo 5 *****.

No estádio nacional apanhámos uma prova de triathlon em que participou a Vanessa Fernandes.

Houve quem conseguisse um saco cheio de ofertas só para participantes e sem participar...e houve quem não conseguisse...

Para a semana há mais acção de dia e de noite.

Aqui ficam as fotos:

Um Simbolo de Algés



Bike do Cfigueira


Rsequeira a concentrar-se para os 50 kms


Iloper a concentrar-se para os 50 kms


Cfigueira a concentrar-se para os 50 kms



kms iniciais



Cfigueira no aquecimento, até da para tirar fotos a ele próprio


Rsequeira a rolar



Iloper e Rsequeira a rolar



Foto de Grupo na Torre de Belém




Iloper e Rsequeira no Padrão dos Descobrimentos


Iloper e Rsequeira junto ao rio





Recta final para o parque expo




Tal era a pica que andavamos mais rápido que o comboio




Uma recta destas só para nós



Rsequeira a pedalar no duro

Iloper e Cfigueira a pedalar no duro


As nossas guerreiras perto do trancão



Foto de Grupo na Expo
Fotos com a Ponte vasco da Gama de fundo

De regresso a Algés




Rsequeira a subir à "torre petronas" baptizada pelo próprio...loll


Iloper a subir à "torre petronas"
Cfigueira a subir à "torre petronas"



O momento mais alto do percurso...a estragar o nosso acumulado...eh eh eh




A torre


Non Stop até Algés



Ao vivo e a cores
video


video



Puxa Iloper

Iloper no trilho da canoagem


Iloper na ponte da Canoagem


Rsequeira no trilho da canoagem


Rsequeira a espreitar prova de triathlon

Iloper e Cfigueira a preparar o assalto ao Powerade

Iloper na prova de triathlon

Rsequeira na prova de triathlon


Rsequeira e Iloper na prova de triathlon


Panorama Geral da Prova de Triathlon no estádio Nacional